Notícias

Enfrentamos um momento em que um governo de extrema direita ataca direitos trabalhistas e sociais, ameaça a aposentadoria e vem atacando os sindicatos. Também vemos surgir pessoas articulando e insuflando os trabalhadores a fazerem cartas de oposição aos sindicatos, que sempre negociam conquistas e benefícios.

 

Nessa conjuntura quem quer enfraquecer os sindicatos, quer na verdade - em troca de favores das empresas (como liberações indevidas de empregados para financiar oposições) - ajudar as empresas.

 

Você trabalhador deve se perguntar: A quem serve um sindicato enfraquecido? Não é a você.

 

O documento da Conalis, do Ministério Público do Trabalho, determina que: "Configura ato antissindical o incentivo patronal ao exercício do direito de oposição à contribuição assistencial/negocial”.

 

Com base nessa determinação, as empresas que alimentarem essa prática antissindical terão de fazer TAC para cessar esses atos perversos.

 

Clique aqui e veja com atenção a posição do MPT da coordenação de práticas antissindicais sobre esse tema.

 

Hashtags: